Devaneios · Textos

Apenas Vá

large (1)

Quando disse aquelas coisas eu soube no mesmo instante que enfim conseguimos nosso fim, e ele foi tão triste, ele foi tão certo. Em partes eu agradeço o balde de água fria, as coisas estavam ficando fora de controle, eu não tinha mais o domínio de nada, e estava caminhando direto pro túnel em que vejo minha vida sendo destruída e a sua continuando em frente. Doeu. Ler verdades. Sempre dói. E essa é a parte relevante da coisa, só dói tanto porque você finalmente deixa de ficar cego e consegue ver toda a sujeira que estava fazendo. Eu estraguei tudo, mas sabia que só podia acabar assim, era eu acabando com a gente, ou você me deixando acabar comigo mesma. Eu acabei com a gente. Foi alívio tanto quanto dor, mas não houve arrependimento amor. Foi tão bonito, quase quanto as coisas que imaginei que eu poderia ter tido… O que poderia ter sido. Meu eterno “e se”. Vá, apenas vá.

15 comentários em “Apenas Vá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s